Hora de dormir. Mas antes, uma historinha!

Quem é que nunca ouviu uma história minha por aí? O hábito de contar histórias para os filhos (mesmo aquelas que contam que eu assusto criancinhas), pode ser mais benéfica para o bebê do que se imagina. Eu, Papão, inclusive conheço algumas mamães que leem para os seus bebês ainda na barriga. Você sabe até onde podem chegar os benefícios da leitura para os pequenos? Vou contar um pouco mais…

 

Capítulo um: Era uma vez um bebê ainda na barriga.

É durante a gestação que as primeiras interações com o mundo lá de fora acontece. Durante uma leitura, por exemplo, vibrações são emitidas pelo corpo e levadas para o bebê que se familiariza com os pais e inicia seus primeiros laços de afeto.

Capitulo dois: O Blá Blá Blá é importante

Seu bebê não vai compreender o significado das palavras logo após o nascimento. Porém, isso não significa que ele não possa tirar proveito da situação. Os estímulos da fala são importantes para o desenvolvimento da audição e, futuramente, da fala.

Capítulo três: Cores e figuras sempre ajudam

A partir dos quatro meses de idade, os estímulos da visão e do tato também podem entrar na história. Os livros para bebês de 0 a 2 anos completam a brincadeira com muitas figuras, cores e até mesmo texturas em suas páginas.

Capítulo quatro: Com um pezinho na leitura

Parece que não, mas o incentivo a leitura desde cedo pode contribuir muito para que o seu bebê se torne um leitor voraz no futuro. E por último: queria reforçar uma coisa, o Bicho Papão não faz mal às criancinhas (muito pelo contrário), eu e outras criaturas fantásticas como o Pé Grande e o nada Abominável Homem das Neves agradecemos 😉

[divider style=”single” align=”center” color=”” opacity=”1.00″ width=”” pull=”” padding_top=”20px” padding_bottom=”20px”]

banner_inferior

Lojas Bicho Papão
Lojas Bicho Papão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *